Corpo - Contato Improvisação - Artes do corpo - Videodança.

quinta-feira, abril 03, 2008

Cinema e Expressões










O ciclo do Cinema e Expressões faz parte do plano de acesso do projeto "Cidade Ocupada", selecionado no edital de apoio ao desenvolvimento de roteiros da DIMAS/Fundação Cultural do Estado da Bahia. De acordo com o edital, o plano de acesso e/ou formação busca contribuir para a descentralização e a democratização do acesso à cultura.

Sala Alexandre Robatto
DIMAS – Diretoria de Artes Visuais e Multimeios
Rua General Labatut, 27, Barris.
Entrada franca.


Programação:

07/04/08 - O Roteiro Cinematográfico – experimentações estéticas, novas propostas narrativas.
Às 09:00h.

Debatedores:
Ana Rosa Marques – Documentarista. Professora de Vídeo da OI KABUM. Mestre em Comunicação pela Universidade Federal Fluminense.
João Rodrigo Mattos – Diretor. Roteirista. Especialista em Produções Internacionais e Desenvolvimento de Projetos para Cinema e Televisão.

Curtas:
Noite de Marionetes, de Haroldo Borges e Paula Gomes. Ficção. 35 mm. 14 min. 2006.
Sinopse: O palhaço de um velho circo de periferia sai em busca de sua inspiração e tem um encontro de uma noite com uma prostituta. O filme, que tem como pano de fundo a realidade dos circos do nordeste, fala sobre buscas, sobre sonhos, sobre gente que está o tempo todo tentando modificar seus destinos, embora às vezes ele escape de suas mãos.
Carro de Boi, de Nicollas Hallet. Documentário. 4:15 min. 2007.
O diretor Nicolas Hallet explora o cotidiano de uma família nordestina e sugere que não há tantas diferenças assim entre o mundo dos adultos e o universo das crianças; foi escolhido melhor vídeo no XI Festival Nacional Imagens em 5 Minutos.


08/04/08 - Cinema e Rebeldias – transgressões narrativas e temáticas em filmes realizados no Brasil a partir dos anos 60.
Às 09:00h.

Debatedores:
Cláudio Pereira – Professor Doutor em Ciências Sociais pela UNICAMP. Antropólogo pela Universidade Federal da Bahia.
Marcos Pierry – Professor de Cinema. Jornalista. Mestre pela Escola de Comunicação e Artes da Universidade de São Paulo.

Curta:
E aí, irmão?, de Pedro Léo. Ficção. 20min. 2005 + Making of
Sinopse: O curta trata da relação da sociedade com a maconha, desde seu comércio ilícito até o usuário. A pergunta título do curta já deixa clara a intenção do jovem cineasta de fazer com que o espectador reflita, através da dúvida, qual postura deve-se tomar diante do delicado e polêmico tema. O curta ganhou o Prêmio Braskem de melhor roteiro em 2005, também escrito por Pedro Léo.


09/04/08 - “Um anti-filme para um anti-espectador?” – para onde foi o Cinema de Autor?
Às 09:00h.

Debatedores:
André Setaro – Crítico de Cinema. Jornalista. Mestre pela Universidade Federal da Bahia.
Regina Gomes – Professora Doutora em Cinema pela Universidade Nova de Lisboa. Coordenadora do Curso de Especialização em Cinema na UCSAL.

Curta:
Vermelho Rubro do Céu da Boca, de Sofia Federico. Ficção. 18 min. 2005.
Sinopse: Um velho preso a lembranças do passado. Uma jovem cheia de sonhos com o futuro. Entre eles um rio e rosas.


10/04/08 - Isto não é ficção – o boom do documentário no Brasil.
Às 09:00h.

Debatedores:
Daniel Lisboa – Cineasta. Diretor e Produtor da Cavalo do Cão Filmes.
José Francisco Serafim – Doutor em Cinema Documentário. Pesquisador e Professor de Cinema na Universidade Federal da Bahia.

Curtas:
Frequência Hanoi, de Daniel Lisboa. Documentário. 9min. 2006.
Sinopse: Em uma penitenciária baiana um interno subjuga as grades e os muros que o isolam. Através da tecnologia (celular clandestino) sua voz ganha liberdade nas freqüências invisíveis da metrópole.
Hansen Bahia, de Joel de Almeida. Documentário.15min. 2003.
Sinopse: Documentário poético sobre a vida e obra do xilogravurista alemão Karl Heinz Hansen, um dos grandes nomes do expressionismo no século XX, que viveu parte de sua vida na Bahia.


11/04/08 - Filmes B. O. – a realização de produções de baixo-orçamento.
Às 09:00h.

Debatedores:
Lula Oliveira – Cineasta. Jornalista. Pós-graduado em Gestão de Projetos pela Fundação Getúlio Vargas. Presidente da Associação Baiana de Cinema e Vídeo – ABCV.

Solange Lima – Produtora Executiva de Cinema. Presidente da Associação Brasileira de Documentaristas e Curta-Metragistas – ABD Nacional.

Curta:
Na Terra do Sol, de Lula Oliveira. Ficção. 12 min. 2005.
Sinopse: Sertão de Canudos (BA), 5 de outubro de 1897. Os quatro últimos sobreviventes do povoado estão entrincheirados pelo exército da República, defendendo a igrejinha construída pelo messias Antônio Conselheiro. Eles hesitam entre morrer de sede ou tentar furar a barreira para pegar água.

maiores informações:

Patrícia Freitas (organização)
71 8888.7924/ 9602.7553
http://cinemaeexpressoes.blogspot.com

Um comentário:

Fenrisar disse...

See please here